Repositorio de producción científica de la Universidad de Sevilla

Diadorim, Maria Moura e Monja Alférez : faces diferenciadas do mito da Donzela Guerreira

Opened Access Diadorim, Maria Moura e Monja Alférez : faces diferenciadas do mito da Donzela Guerreira
Estadísticas
Icon
Exportar a
Autor: Batista, Edilene Ribeiro
Fecha: 2012
Publicado en: Libro de Actas del I Congreso Internacional de Comunicación y Género. Sevilla, 5, 6 y 7 de Marzo de 2012. Dir. Juan Carlos Suárez Villegas; comité organizador Irene Liberia Vayá y Belén Zurbano Berenguer (pp. 275-289). Sevilla : Facultad de Comunicación. Universidad de Sevilla
Tipo de documento: Ponencia
Resumen: Figura mítica e arquetípica, a donzela guerreira vem povoando o imaginário popular há séculos. Desde “Mu-lan”, balada anônima cuja história vem sendo contada há, pelo menos, quinze séculos, a forma tradicional deste mito tem sido encontrada em perfis femininos presentes em obras literárias diversas. Na Literatura Brasileira, Diadorim, de Grande Sertão: Veredas, segue os princípios fundamentais da donzela guerreira em sua forma tradicional. Entretanto, em Memorial de Maria Moura, de Rachel de Queiroz, o mito em questão passa a ser delineado de uma forma inovadora, híbrida, seguindo o princípio de que o mito pode ser rememorado ou reatualizado, cabendo ao ser humano aplicá-lo à sua existência para que ele possa, enfim, atingir o amadurecimento. Considerando o exposto, é objetivo deste trabalho traçar uma análise do mito da donzela guerreira em suas manifestações ficcional/tradicional, ficcional/híbrida e real/histórica. Para tanto, a título de exemplo, utilizaremos, no espaço ...
[Ver más]
Tamaño: 118.4Kb
Formato: PDF

URI: http://hdl.handle.net/11441/33371

Mostrar el registro completo del ítem


Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 Internacional

Este registro aparece en las siguientes colecciones